13/01/2021 MAIS SUSTENTÁVEL

Cabotagem favorece sustentabilidade no transporte

Seara atingiu a redução de 1,3 mil ton de GEE em um mês com o modal

A Seara registrou crescimento no transporte via cabotagem no mês de outubro. De acordo com a companhia, foram 485 contêineres refrigerados embarcados, número cerca de 80% superior ao mesmo mês de 2019. O crescimento no último mês demonstra a intensificação do uso desse modal pela empresa nos últimos anos.

O total de contêineres transportados pela Seara via cabotagem, em outubro, corresponde a uma redução de emissão de mais de 1,3 mil toneladas de gases de efeito estufa em relação ao transporte rodoviário. Essa quantidade é equivalente a 79 voltas ao mundo ou 75 caminhões rodando por ano.  

Para o segmento de alimentos congelados, o transporte nesse modal oferece maior eficiência no controle da temperatura dos produtos, já que o contêiner permanece conectado em fonte de energia elétrica e tem a temperatura monitorada até a chegada ao destino. 

O transporte por via marítima também gera menor impacto ambiental em comparação com outros modais em razão da menor utilização de combustível (cerca de oito vezes inferior em relação ao rodoviário) e por ter capacidade de transportar um maior volume de mercadoria por viagem, também se comparado ao modal rodoviário.  

"Iniciamos o transporte de alimentos congelados via cabotagem em 2013 e, desde então, temos investido nesse modal. Isso demonstra a nossa preocupação com a qualidade dos produtos e com a responsabilidade ambiental das nossas operações, que são dois dos pilares mais relevantes para a empresa", destaca diretor de Logística da Seara, Fabio Artifon.

Fonte: A.I., adaptado pela equipe feed&food.