17/07/2017 SANIDADE

Vídeo orienta sobre controle de parasita que preocupa pecuaristas

Enfermidade causada pelo inseto pode levar animal à morte

O pecuarista tem na sua rotina o carrapato como uma das principais preocupações. O parasita é responsável por acarretar prejuízos sanitários e econômicos nas atividades de corte e leite.  

Para aprender a controlar e evitar perdas relacionadas a este assunto, o Instituto Biológico (IB) da Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo (SAA, São Paulo/SP) lançou um vídeo com orientações denominado “Controle de carrapatos em bovinos”.

A iniciativa faz parte do Programa de Sanidade em Agricultura Familiar (Prosaf). O vídeo aborda problemas como ocorre a transmissão do protozoário babesia e da bactéria anaplasma, causadores da chamada Tristeza Parasitária Bovina, que pode levar o animal a uma anemia profunda ou até mesmo à morte.

O material lembra ainda que o carrapato causa perda de sangue e diminui a produção de leite e carne. Uma infestação de 100 carrapatos em uma vaca, por exemplo, pode causar a redução de até 890 ml de leite por dia na produção.

A pesquisadora científica do IB, Márcia Mendes, afirma que é importante o produtor saber qual é a melhor época para ele fazer o tratamento. “Sabe-se que o carrapato ocorre ao longo de todo o ano. No entanto, na época de maior calor e maior umidade, a infestação fica maior”, explica a bióloga e doutora em Parasitologia.

O secretário Arnaldo Jardim destaca a importância do Prosaf lembrando que “o pequeno produtor e o agricultor familiar são responsáveis por levar alimento de qualidade à mesa da nossa população”, finaliza.

Assista ao vídeo abaixo.

Fonte: SAA, adaptado pela equipe feed&food.